Conheça alguns alimentos que ajudam a beleza da pele, cabelo e unhas

A beleza começa de dentro para fora. E se você tem uma dieta pobre em vitaminas, minerais, aminoácidos e proteínas, não há creme ou xampu que faça milagre! Em uma pesquisa  publicada no no The American Journal of Clinical Nutrition mostra que quanto mais incluirmos vitamina C e ácido linoleico  na alimentação diária, melhor será a aparência da pele, sobretudo a partir dos 40 anos. “Eles garantem o perfeito funcionamento das células, resultan”o uma aparência jovem e saudável”, explica Patricia Davidson Haiat, nutricionista funcional (RJ).

“Quando faltam vitaminas e minerais, o corpo deixa de alimentar as partes secundárias para abastecer os órgãos essenciais”, diz Natália Colombo, nutricionista (SP). A consequência disso? Unhas fracas, cabelo opaco e pele envelhecida. Para a dermatologista Adriana Leite (SP), é possível repor os nutrientes com um cardápio balanceado. Descubra os ingredientes que vão ajudá-la a ficar linda!

Sem rugas e linhas finas

O ataque diário dos radicais livres ao nosso organismo leva à ruptura do colágeno e da elastina, fibras que sustentam a pele. os antioxidantes têm se mostrado eficazes para rejuvenescê-la.

· Coma: ameixa, mirtilo, uva-passa, espinafre, frutas vermelhas em geral, romã, couve, brócolis, chocolate amargo e chá verde.

Adeus, acne

As espinhas podem surgir por causa da falta de zinco.

· Coma: folhas verdes, aveia, castanhas, amêndoas, nozes, abacate, frutas vermelhas, óleo de macadâmia e chá verde.

Xô, rosto opaco

O ressecamento pode roubar o brilho da pele. Hidrate-a apostando num menu recheado de gorduras do bem e vitaminas A e E.

· Coma: castanhas, óleo de macadâmia, peixes oleosos, como o salmão, frutas e vegetais.

Cabelo e unhas antiquebra

Para fortalecê-los invista numa dieta rica em proteínas, silício e ferro.

· Coma: ovos, peixe, frango, carne bovina, cenoura, abóbora, feijão, repolho, pepino, alface, folhas verdes e fígado.

Os vilões da beleza

A má digestão facilita o acúmulo de toxinas. Resultado: pele opaca, celulite e queda de cabelo. consuma alimentos fibrosos (cereais, hortaliças e frutas) para limpar o intestino e evite a cafeína (café, chás mate e preto), o álcool e a nicotina, que prejudicam a absorção de nutrientes.

  Juventude no copo

Confira as poções mágicas indicadas pela nutricionista Patricia Davidson Haiat (RJ) – é só bater os ingredientes no liquidificador e beber!

Antioxidante
· 300 ml de suco de uva integral orgânico
· 1 fatia de melancia
· 1 goiaba vermelha
· 2 castanhas-do-pará
· 100 ml de chá verde gelado (feito com a erva seca)

Benefício: rico em licopeno (goiaba e melancia), catequina (chá verde), selênio e vitamina E (castanha) e resveratrol (uva), o suco reduz os radicais livres, que provocam o envelhecimento.

Nutritivo
· 2 pêssegos
· 1 maçã
· Frutas vermelhas (amora preta, mirtilo, framboesa, cereja, morango, ameixa ou uva bordeaux) em quantidades suficientes para diluir o suco.

Benefício: quando frescas, as frutas contêm mais antocianinas, capazes de combater a ação dos radicais livres. Quanto mais escuro for o vegetal, maior é a concentração da substância. Já os nutrientes do pêssego ajudam a equilibrar os níveis de açúcar e de colesterol no sangue.

Cirurgiões apontam como escolher a prótese de silicone para o bumbum

 

O nome técnico da cirurgia de implante da prótese de silicone no bumbum é gluteoplastia de aumento. Ela tem sido cada vez mais procurada por celebridades, como a funkeira Valesca Popozuda, estrela do reality show “A Fazenda”, da Record.

Segundo especialistas, a operação deixa marcas muito pequenas. Nessa técnica, o médico faz dois cortes, de 5 centímetros cada, nas dobras das nádegas. “Essa região só é vista quando a pessoa está sentada”, resume o cirurgião plástico Vinícius Melgaço, de Belo Horizonte. O corte atinge o músculo glúteo maior, que fica abaixo da pele e de uma camada de gordura.

No meio do músculo, o cirurgião plástico instala a prótese de silicone e fecha o músculo com pontos internos que são absorvidos pelo corpo. A parte externa é costurada com pontos ou selada com cola médica.

A operação dura de duas a quatro horas e requer anestesia geral ou peridural (sedação abaixo do abdômen). Ela deve ser feita em hospital com UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para socorro em caso de complicações.

Tire outras dúvidas sobre o procedimento estético:

Quais são os formatos?
Há as próteses redondas, usadas para levantar o bumbum, e as ovais, que preenchem os buracos nas laterais dos glúteos. “Os dois tipos contêm um silicone em gel mais duro que o das próteses para seios, o que reduz o risco de vazamentos”, explica o cirurgião André Colaneri, de São Paulo.

Qual é o tamanho mais indicado?
As próteses variam de 200 a 500 mililitros. Há maiores, mas elas podem ficar artificiais. Antes da cirurgia, converse com o médico. Só ele é capaz de avaliar o tamanho mais indicado para você. Isso é feito a partir do tamanho do quadril, da espessura do glúteo maior e da camada de gordura.

Há riscos de problemas?
Próteses grandes podem sair do músculo glúteo e parar na camada de gordura. “Isso causa deformações no implante”, alerta o cirurgião Vinícius Melgaço.

A operação dói muito?
Sim. “A cirurgia envolve o corte de um músculo muito duro, por isso é bastante dolorida”, diz Melgaço. Mas a dor intensa passa de um a três dias após a cirurgia.

E o pós-operatório?
A paciente não pode sentar por até duas semanas para a cicatriz não romper. Ela deve usar cintas modeladoras e tomar banho após cada ida ao banheiro.

6 super dicas para manutenção da beleza durante os meses de gravidez

 

A gravidez proporciona benefícios à beleza das mulheres, como pele viçosa e seios turbinados. Mas, apesar disso, a futura mamãe precisa aprender a cuidar do corpo e rosto durante a gestação para não sofrer de heranças indesejáveis pós-parto.

1. Rosto com proteção máxima

Os hormônios deixam a pele mais hidratada e viçosa. Você percebe a diferença a partir do quarto mês e talvez até possa comemorar o desaparecimento da acne. “Um estudo com 400 gestantes mostrou que 75% delas tiveram diminuição do problema”, diz a dermatologista Isabel Martinez, da Clínica Martinez, em São Paulo. Se as espinhas não sumirem, limpeza de pele e tratamentos como peeling de cristal estão liberados depois do primeiro trimestre.

O motivo para se preocupar são as manchas. “A produção de melanina fica estimulada e altera a pigmentação da pele, favorecendo o surgimento de sinais amarronzados”, afirma a médica. Capriche no protetor solar com FPS acima de 30 e evite sol. Se elas aparecerem, não fique tensa. Na maioria das vezes, somem cerca de quatro meses após o parto. “Em casos mais graves, o dermatologista pode indicar um creme clareador liberado para gestantes”, garante Leandra Metsavaht, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia, em São Paulo.

2. Seios firmes

Logo no primeiro mês, os seios ficam maiores e, à medida que a gravidez avança, as aréolas escurecem (por causa do aumento de melanina) e se tornam salientes. Aproveite para usar os decotes que sempre quis e incremente sua coleção de lingeries com sutiãs confortáveis e de boa sustentação, com alças e laterais largas. Como a pele da região se distende rapidamente, há risco de as fibras se romperem, causando estrias. Por isso, capriche na hidratação com óleos e cremes à base de elastina e silício, aplicados até duas vezes ao dia. Mas não passe nada nos mamilos nem nos bicos, para não afinar a pele, prejudicando a amamentação depois.

3. Mãos e unhas a salvo

O eritema palmar (vermelhidão na palma das mãos) é comum a partir do segundo trimestre. Trata-se de um distúrbio vascular causado pela elevação dos hormônios estrogênicos, que desaparece entre seis e sete semanas depois do parto. Outra ameaça para as mãos e unhas são as infecções por fungos, vírus e bactérias, já que a imunidade diminui nessa fase. “Para se prevenir, é preciso secar bem as mãos ao lavá-las, usar luvas nos serviços domésticos e não tirar a cutícula, que é uma proteção natural”, recomenda Leandra. Quanto aos esmaltes, estão liberados. Na hora de retirar, substitua a acetona por removedor hipoalergênico.

4. De pernas para o alto

Elas merecem atenção especial para que você não sofra com inchaço, celulite e varizes. As últimas são o problema mais preocupante e têm como causa dilatação das veias e aumento do sangue em circulação. “O excesso de peso agrava o risco, principalmente para quem tem predisposição genética”, alerta a angiologista Renata Viera de Mello, do Centro Médico Barra Shopping, no Rio de Janeiro.

Para se precaver, procure engordar apenas o indicado pelo médico, evite passar muitas horas em pé ou sentada e faça repousos diários com as pernas elevadas. Se o médico recomendar meias elásticas, adote-as. Do segundo trimestre em diante, com autorização do obstetra, as massagens, como drenagem linfática, podem entrar em cena. Elas descansam, diminuem o inchaço, melhoram a circulação e previnem contra celulite. Em casa, a aplicação de cremes e óleos em movimentos ascendentes antes de dormir ativa a circulação e alivia tensões.

5. Mais conforto para os pés

Os pés sofrem com a retenção de líquido desde o início da gravidez, e o inchaço se agrava no terceiro trimestre. Para piorar, o aumento de peso predispõe a fissuras nos calcanhares e a queda de imunidade favorece micoses. Sapatos adequados farão um bem imenso até para o seu humor. “Opte por modelos de bico arredondado, salto de até 3 centímetros, boa forração interna e sem costuras, que causam atritos e a formação de calos”, receita Aparecida Maria Bombonato, coordenadora do curso técnico de podologia do Centro Universitário Senac.

Dependendo do inchaço, compre sapatos um número maior – é provável que você continue a usá-los ainda nas primeiras semanas após o parto. Evite sandálias, principalmente rasteiras, pois favorecem as rachaduras. Descarte calçados de material sintético, que não permitem boa respiração e propiciam alergias e a proliferação de fungos. Depois do banho, seque bem os pés. Um hidratante mentolado ou óleos de amêndoa e de semente de uva completam os cuidados e combatem as rachaduras. “O inchaço também facilita o encravamento das unhas. Como a barriga atrapalha na hora de cortá-las, vale a pena visitar o podólogo  quinzenalmente”, completa Aparecida.

6. Muito creme na barriga

Orgulhe-se do barrigão e valorize-o com roupas que realçam a silhueta. Afinal, agora ele é o centro das atenções. Mas não relaxe com a hidratação e a nutrição da pele da região, que fica altamente sujeita a estrias, devido ao estiramento excessivo. Apesar de o terceiro trimestre ser o mais crítico, os cuidados devem estar presentes desde o início da gravidez. “Só um aviso: gestantes não podem usar substâncias antiestrias, como o ácido retinoico, nem hidratantes à base de ureia, que têm ação mais intensiva”, lembra Leandra. Então, lambuze-se desde cedo com os cremes especiais para grávidas.

Considerações sobre a cirurgia plástica

A maioria das pessoas que procuram a cirurgia plástica querem se sentir tão jovens como elas se sentem, ou querem mudar algo que tem incomodado por anos. Se a cirurgia plástica é a escolha certa é uma questão que requer uma séria introspecção e exame pessoal – tanto por você e pelo médico que está prestes a realizar sua cirurgia. Ao avaliar de perto por que você quer cirurgia plástica, você irá garantir um bom resultado cirúrgico para si mesmo.

Do ponto de vista físico, todos nós somos candidatos a uma cirurgia de anti-envelhecimento, mas sabemos que os sintomas do envelhecimento são inevitáveis. No entanto, determinar se uma pessoa tem boas intenções e uma perspectiva emocional saudável é crucial para um médico poder determinar se um paciente é adequado para a cirurgia estética. Um candidato ideal para a cirurgia já tem uma imagem corporal saudável, mas tem simplesmente o desejo pessoal para melhorar objetivamente uma característica específica – não o corpo todo e a mente. Com o perdão do trocadilho, mas a “linha fina” entre o desejo de auto-aperfeiçoamento através de cirurgia estética e uma preocupação verdadeira, é a mesma comparação entre o(a) vaidoso(a) com a aparência saudável.

Imagem corporal – definida como uma percepção própria da aparência física – pode desempenhar um papel significativo na auto-estima de muitos indivíduos. Cirurgia plástica também tem sido chamada de “cirurgia da alma”, como melhorar a aparência física pode ter uma influência positiva sobre a auto-confiança. Isto é especialmente verdadeiro no caso das crianças (e muitas vezes adultos) que estão esmiuçadas sobre o efeito “Dumbo” de orelhas abano, ou “Pinóquio” narizes compridos. No entanto, os pacientes com níveis extremos de insatisfação com o corpo não são candidatos à cirurgia estética – como eles nunca podem ser felizes com eles mesmos, independentemente de quanto eles investem em sua aparência exterior. Além disso, se você está pensando em cirurgia plástica, porque você acha que vai ajudar um casamento fracassado, ou ajudá-lo a conseguir o emprego dos seus sonhos, você está tomando a decisão errada.

Embora todos nós temos motivações pessoais sobre imagem corporal e aparência, a priorização da aparência é diferente, o desejo de boa aparência não é apenas construído dentro do nosso personagem, mas também se tornou uma obsessão nacional. Dada a milhões de reais gastos em cosméticos, cuidado do cabelo, exercício, dietas, roupas e spas, as contas de cirurgia estética são apenas uma fração de despesas relacionadas com a aparência. Até certo ponto, as pessoas de todas as esferas da vida atribuem muito de seu sucesso e auto-estima na forma como eles e os outros a olham – e até certo ponto é verdade.

Situações da vida relevantes, tais como educação, emprego, saúde, processos judiciais e encontros românticos são todos influenciados pela forma como olhamos.

Fatores de motivação para a cirurgia plástica são muitas vezes influenciados por um episódio importante na vida, como um movimento da carreira. Quer se trate de uma disputa executiva para a posição entre os colegas mais novos de negócios, ou um trabalhador que quer corrigir uma característica indesejável, que têm a intenção de ter uma boa aparência. Portanto, não é nenhuma surpresa o número de procedimentos de cirurgia plástica realizados a cada ano aumentarem dramaticamente.

“… A cirurgia estética não é uma melhoria completa sobre a perfeição.”
Em um esforço para eliminar os pacientes insatisfeitos, os esforços elevados têm sido feitos por cirurgiões para determinar a verdadeira motivação do paciente antes da cirurgia. Através de uma consulta aprofundada, bem como a utilização de folhetos e materiais educativos, tanto o médico e o paciente podem avaliar se é ou não o procedimento de escolha correta, é realmente a escolha certa afinal.

Atualmente há centenas de campanhas de marketing estruturada para cirurgiões plásticos ao longo dos anos, tenho observado muitos processos de tomada de decisão, métodos utilizados para ajudar um paciente a determinar se a cirurgia estética é bom para eles ou não. O método mais valioso que tenho observado é o do contato pessoal com um paciente que sofreu os mesmos procedimentos que você. Em muitos casos, especialmente em restauração capilar, os médicos da equipe até os potenciais pacientes e ex-, que compartilham o mesmo padrão de calvície, estão na mesma faixa etária e têm coloração de cabelo semelhante. Desta forma, o paciente pode ver os resultados com seus próprios olhos e partilhar a experiência cirúrgica. Relacionados com as experiências de ex-pacientes por telefone, em um seminário educacional, em uma newsletter, ou por ver uma notícia na TV ou no jornal, podem ajudar a desempenhar um papel importante no seu processo de decisão.

A coisa mais importante a lembrar é que a cirurgia estética é sobre uma determinada perfeição, mas não a melhora completa. Ela pode melhorar a sua imagem e sua auto-confiança, mas não é uma cura para todos os males profundamente enraizadas na alma, ou cura sobre questões sociais ou emocionais. Exercitando um pouco de entendimento e busca de uma orientação adequada para cirurgia, tanto você e seu médico ficarão satisfeitos tanto física como emocionalmente com os resultados de sua cirurgia.

Autora do Artigo
Angela O’Mara is President of The Professional Image, Inc.
traduzido por
Márcio da Costa
http://www.rapportdigital.com.br

Cirurgia plastica e o rejuvenescimento da alma

Em um país como o Brasil, onde a valorização estética tem alcançado proporções além do normal, a cirurgia plástica tem cada vez mais espaço e mercado. Vaidade e busca pela beleza não fazem parte somente do mundo feminino. Muitos homens estão aderindo aos procedimentos cirúrgicos como forma de prolongar a juventude e elevar a auto-estima.

Mas, até que ponto a cirurgia plástica resolve os problemas do paciente? Muitas vezes, o que precisa se recompor é a alma do indivíduo. Resgatar a auto-estima e o bem-estar podem estar além de se olhar no espelho ou reduzir o manequim.

Talvez seja por isso que ouvimos expressões do tipo: “ela é linda, mas quando abre a boca, sai de baixo”. Ou, “ele é tão simpático e agradável que nem precisa mesmo ser bonito”. O que há de especial ou de diferente nas pessoas que se aceitam como são? E porque outras, privilegiadas fisicamente, buscam a perfeição de forma quase insana?

A cura pode não estar no bisturi, mas na própria alma. Ser feliz é um estado de espírito que não precisa de roupas, maquiagem, corpo delgado, botox ou silicone. Aceitar-se é um passo difícil para muitas pessoas. Mas é preciso aceitar-se primeiro para ser aceito pelos demais. E isso vai além da estética. A cirurgia plástica é uma decisão importante que  precisa acontecer quando a mente está em equilíbrio. Os resultados podem ser mais satisfatórios e duradouros quando a pessoa está em busca de harmonia. Isso ocorre de dentro para fora. E somente depois disso é que a cirurgia vem a somar resultados.

 

Saiba mais sobre a cirurgia de Lipo

A lipoaspiração é uma cirurgia que consiste na remoção de gordura através de cânulas submetidas a uma pressão negativa, que pode ser por aparelhos aspiradores ou seringas. Atualmente é uma das cirurgias mais realizada no mundo com fins estéticos e terapêuticos.
A lipoaspiração teve início em meados da década de 70 entre 1974 e 1976 por Giorgio Fischer e seu pai Arpad utilizando agulha grossa conectado a um aparelho por eles desenvolvido. Posteriormente Illouz e Fournier em Paris continuaram o desenvolvimento do procedimento e sua divulgação para o mundo. Lawrence Field foi o primeiro médico americano a aderir a esta cirurgia em 1977. Achamos que o maior avanço ocorreu a partir de 1987 com a publicação da técnica tumescente desenvolvida por Jeffrey Klein. Com a utilização da solução de Klein foi possível realizar as cirurgias de lipoaspiração com anestesia local, dispensando a anestesia geral de maior risco cirúrgico, dispendioso, que exige uma sofisticada retaguarda técnica e profissional. Klein em seu trabalho inicial, preconizava como segura o limite de 35 mg/kg de lidocaína na lipoaspiração, quando infiltrava-se lentamente a lidocaína (anestésico) bem diluída (0,05 a 0,1%), associada com baixa concentração de adrenalina (vasoconstrictor, medicação que evita sangramento neste caso) e bicarbonato de sódio. Hoje após trabalho de Olstad e colaboradores em 1996, se aceita como segura o limite máximo de 55 mg/kg. A lidocaína na solução de Klein produz uma anestesia satisfatória nas lipossucções. Nesta concentração em um paciente de 70 quilos poderíamos utilizar até 7,7 litros da solução anestésica, por exemplo, volume suficiente para se infiltrar uma extensa área, com bom resultado analgésico.

Rinoplastia RJ - RIO - Cirurgia Plástica de Nariz - Cirurgia Plástica de Face - Cirurgia Plástica de Corpo - Cirurgia Plástica de Mamas - Consultório

"O Dr. Luciano B. Loss oferece uma ampla variedade de cirurgias e procedimentos para o aprimoramento estético da face, nariz, mamas, abdômen, contorno corporal e pele.
Atendendo pacientes do Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo, Juiz de Fora, Belo Horizonte, Brasilia e demais regiões do Brasil.

O Dr. Luciano B. Loss oferece uma ampla variedade de cirurgias e procedimentos para o aprimoramento estético
da face, nariz, mamas, abdômen, contorno corporal e pele.
CONSULTÓRIO 1: Av. Afrânio de Melo Franco, 141 - sala 502 - Ed. Melo Franco Medical Center - Leblon - Rio de Janeiro - RJ (Em frente ao Shopping Leblon)
CONSULTÓRIO 2: Rua Coronel Moreira César, 229 - Sala 1510 - Shopping Icaraí - Icaraí / Niterói - RJ

Aviso: as imagens presentes neste site são meramente ilustrativas e não correspondem à pacientes reais.
Desenvolvimento:Rapport Digital & Consultor de SEO | Parceria:Academia Brasileira de Coaching

Link que indico: Drª Tatiana F. Assad Loss — Ortodontia e Odontopediatria - Aparelhos ortodônticos Invisalign - Speed - Harmony
Cirurgia Plástica do Nariz ( Rinoplastia) RJ - Rio de Janeiro | Cirurgia Plástica do Nariz ( Rinoplastia) RJ - Rio de Janeiro
Cirurgia plástica RJ - Rio de Janeiro | Rejuvenescimento Facial | Cirurgia de pálpebras - Blefaroplastia | Cirurgia plástica para Orelha em Abano
Cirurgia plástica para aumento dos lábios | Sorriso gengival | Cirurgia plástica de preenchimentos | Cirurgia plástica do queixo (mento)
Plástica do Abdomen | Cirurgia plástica de Lipoaspiração e Lipoescultura | Prótese de Glúteo | Dorso e Torsoplastia | Braços e Braquioplastia
Mamoplastia de aumento - Silicone RJ | Mamoplastia redutora Mastopexia mamas | Ginecomastia Preços de cirurgias plásticas